Santos Pentacampeão Brasileiro: 50 anos do título histórico de 1965

Na série histórica que preparamos sobre os aniversários de títulos brasileiros, o Santos celebra o cinquentenário do pentacampeonato brasileiro nesta terça-feira, 8 de dezembro de 2015. Na sétima edição da Taça Brasil, torneio que deu os primeiros passos para o que hoje chamamos de Série A, o time de Pelé se sargou penta legítimo, com cinco títulos consecutivos entre 1961 e 1965.




A conquista veio de forma meio tortuosa, mas ainda assim brilhante e com chave de ouro, tendo a vitória de 1 a 0 do Peixe sobre o Vasco, em pleno Maracanã, com gol do maior de todos os tempos, o Rei Pelé. Foram duas vitórias, no jogo de ida e no jogo de volta, sendo a terceira conquista sobre um carioca no Maraca, após bater o Botafogo em 1962 e o Flamengo em 1964.




A parte ruim da história ficou por conta do controverso árbitro Armando Marques. Além de atrasar o início do jogo para que o Santos trocasse o uniforme branco pelo listrado, Armando apontou o tento de Pelé como gol contra de Maranhão na súmula, mesmo sem desviar em ninguém (segundo os jornais da época) e ainda expulsou sete jogadores. Mas ainda terminando com sete em campo, um a menos que o Vasco, o esquadrão da Vila segurou o resultado e a taça ao final.




Na memória dos santistas, o primeiro jogo é aquele se deve lembrar para sempre e guardar na galeria. Entrando no lugar de Coutinho, o centroavante Toninho Guerreiro deu um show junto do ponta-direita Dorval, e assim o Alvinegro Praiano goleou o Vasco com louvor: 5 a 1, sendo dois de Toninho, mais dois de Dorval, após Coutinho ter aberto o placar ainda no começo do jogo.




Em números, o Santos terminou o torneio invicto, com 87,5% de aproveitamento (3 vitórias e 1 empate), 11 gols marcados (média de 2,75 gols/jogo) e para quem entrava só nas semifinais, por ser o atual campeão, não teve colher de chá. Antes da final, o time da Vila teve que eliminar o Palmeiras, e o fez com uma goleada de 4 a 2 e um empate de 1 a 1.

Relembre a decisão com vídeos e imagens das finais:


Pelé comemora o gol do pentacampeonato

VASCO 0 × 1 SANTOS:
VASCO: Gainete; Joel, Caxias, Ananias e Oldair; Maranhão e Danilo; Mário, Nivaldo (Luizinho), Célio e Zezinho Técnico: Zezé Moreira.
SANTOS: Gilmar; Carlos Alberto, Mauro, Orlando e Geraldino; Lima e Mengálvio; Dorval, Coutinho, Pelé e Pepe (Abel) Técnico: Lula.
Gol: Pelé, aos 22 minutos do segundo tempo;
Data e local: 08/12/1965, Maracanã, Rio de Janeiro;
Público e Renda: 38.788 pagantes/Cr$ 45.826.280,00
Árbitro: Armando Marques
Expulsões : Ananias, Luisinho, Zezinho, Geraldino, Lima, Pelé e Orlando.








Próxima »
« « Anterior
« Anterior
Próxima » »