Todos os artilheiros do Brasileirão; da Taça Brasil 1959 até a Série A 2016

Relembre todos os artilheiros da história dos campeonatos nacionais, desde a era da Taça Brasil até o Brasileirão Série A. De lá para cá, as temporadas de 1960, 1961, 1962, 1964, 1968 e 1987 foram os anos com menor número de gols do artilheiro, com sete gols apenas, enquanto o recordista é Washington, em 2004, com 34 gols.




2016. FRED (Atlético-MG), DIEGO SOUZA (Sport) & POTTKER (Ponte) com 14 gols
2015. RICARDO OLIVEIRA (Santos) com 20 gols
2014. FRED (Fluminense) com 18 gols
2013. EDERSON (Atlético-PR) com 21 gols
2012. FRED (Fluminense) com 20 gols
2011. BORGES (Santos) com 23 gols
2010. JONAS (Grêmio) com 23 gols




2009. DIEGO TARDELLI (Atlético-MG) e ADRIANO IMPERADOR (Flamengo) com 19 gols
2008. KLÉBER PEREIRA (Santos), KEIRRISON (Coritiba) e WASHINGTON (Fluminense) com 21 gols
2007. JOSIEL (Paraná Clube) com 20 gols
2006. SOUZA (Goiás) com 17 gols
2005. ROMÁRIO (Vasco) com 22 gols
2004. WASHINGTON (Atlético-PR) com 34 gols
2003. DIMBA (Goiás) com 31 gols
2002. RODRIGO FABRI (Grêmio) e LUIS FABIANO (São Paulo) com 19 gols
2001. ROMÁRIO (Vasco) com 21 gols
2000. ADHEMAR (São Caetano) com 22 gols




1999. GUILHERME (Atlético-MG) com 28 gols
1998. VIOLA (Santos) com 21 gols
1997. EDMUNDO (Vasco) com 29 gols
1996. PAULO NUNES (Grêmio) e RENALDO (Atlético-MG) com 16 gols
1995. TÚLIO (Botafogo) com 23 gols
1994. TÚLIO (Botafogo) e AMOROSO (Guarani) com 13 gols
1993. GUGA (Santos) com 15 gols
1992. BEBETO (Vasco) com 18 gols
1991. PAULINHO MCLAREN (Santos) com 15 gols
1990. CHARLES (Bahia) com 11 gols




1989. TÚLIO (Goias) com 11 gols
1988. NILSON (Internacional) com 15 gols

1987. Módulo Amarelo: EVAIR (Guarani) com 9 gols
1987. Copa União: MÜLLER (São Paulo) com 10 gols

1986. CARECA (São Paulo) com 25 gols
1985. EDMAR (Guarani) com 20 gols
1984. ROBERTO DINAMITE (Vasco) com 16 gols
1983. SERGINHO CHULAPA (Santos) com 22 gols
1982. ZICO (Flamengo) com 21 gols
1981. NUNES (Flamengo) com 16 gols
1980. ZICO (Flamengo) com 21 gols
1979. CÉSAR (América-RJ) com 13 gols
1978. PAULINHO (Vasco) com 19 gols
1977. REINALDO (Atlético-MG) com 28 gols
1976. DARIO (Internacional) com 16 gols
1975. FLÁVIO (Internacional) com 16 gols
1974. ROBERTO DINAMITE (Vasco) com 16 gols
1973. RAMÓN (Santa Cruz) com 21 gols
1972. DARIO (Atlético-MG) e PEDRO ROCHA (São Paulo) com 17 gols
1971. DARIO (Atlético-MG) com 15 gols
1970. TOSTÃO (Cruzeiro) com 12 gols
1969. EDU (América-RJ) com 14 gols




1968. Robertão: TONINHO GUERREIRO (Santos) com 18 gols
1968. Taça Brasil: FERRETTI (Botafogo) com 7 gols

1967. Robertão: ADEMAR (Flamengo) e CÉSAR (Palmeiras) com 15 gols
1967. Taça Brasil: CHICLETES (Treze-PB) com 9 gols

1966. BITA (Náutico) e TONINHO GUERREIRO (Santos) com 10 gols
1965. ALCINDO (Grêmio) com 10 gols
1964. PELÉ (Santos) e GILDO (Ceará) com 7 gols
1963. PELÉ (Santos) com 8 gols
1962. COUTINHO (Santos) com 7 gols
1961. PELÉ (Santos) com 7 gols
1960. BECECÊ (Fortaleza) com 7 gols
1959. LEO (Bahia) com 8 gols

Próxima »
« « Anterior
« Anterior
Próxima » »